MARCOS PAULO & MARCELO2019-08-09T11:02:13-03:00

Do jeito que o Zé pediu: continuidade!

Marcos Paulo e Marcelo, ‘os filhos de Milionário e José Rico’ gravam o primeiro DVD da carreira

Eles têm o título de “filhos de Milionário e José Rico”, uma das mais respeitadas duplas sertanejas do país.

Se não bastasse Marcos Paulo ser filho legítimo de Milionário, Marcelo foi ‘o escolhido’ por José Rico Alves dos Santos para dar continuidade ao trabalho que ele iniciou ao lado do parceiro da década de 60.

O primeiro encontro entre Marcos Paulo e Marcelo se deu há 17 anos atrás no Coração Sertanejo, em São Paulo. No palco, lógico, Milionário e José Rico. Mas, a união musical entre eles só veio a acontecer em 2007. Milionário e José Rico faziam show. Marcos Paulo estava acompanhando o pai e Marcelo resolveu ir assistir a passagem de som. Pronto! Era o que o destino precisava para unir dois cantores com um talento incrível e o coração cheio de esperança. Pouco a pouco Marcos Paulo e Marcelo construíram uma carreira sólida, onde o estilo inconfundível se tornou inevitável.

Com nove anos de carreira e quatro CDs, Marcos Paulo e Marcelo gravaram o primeiro DVD em 2017, no interior de SP.

Com o título ‘Do jeito que o Zé pediu: continuidade!’, eles pretendem eternizar a tradicional música sertaneja com a mistura do bolero, guarânia, polca, romântica, chamamé e rancheira, acompanhados por uma orquestra completa com harpas, cordas e metais.

O repertório será dividido entre 11 músicas inéditas e 11 regravações de Milionário e José Rico .

No último show que Zé Rico participou, na cidade de Osasco (SP), os cantores conversavam no camarim. Zé chamou Marcos Paulo e Marcelo e disse: “Vocês precisam dar continuidade à minha arte e nunca abandonar os meus fãs.”

Com incontáveis participações nos shows de Milionário e José Rico, Marcos Paulo e Marcelo não sabiam que aquela seria a última. As duas canções previamente combinadas se transformaram em seis. Aquele show ficou marcado para sempre com um gosto amargo chamado ‘saudade’.

Redes sociais